Tecnologia de triagem de plásticos baseada em marcadores químicos

Convidados pela Petcore Europe e da Federação Europeia dos Engarrafadores de Águas (EFBW) para um Workshop realizado em Bruxelas no dia 15 de março, mais de 80 especialistas da cadeia de valor do PET, detentores de marcas e investigadores tiveram a oportunidade de conhecer o Polymark, um projeto europeu que desenvolveu uma nova tecnologia que permite a identificação e triagem de polímeros, designadamente o PET numa primeira fase, a partir dos fluxos de resíduos plásticos de maior valor.

Acreditamos que as tecnologias de triagem baseadas em sensores têm um papel chave na viabilização da economia circular para os plásticos, proporcionando triagem eficiente e melhorando a qualidade e o rendimento da reciclagem. Para além do progresso técnico obtido durante o projeto Polymark, observámos como toda a cadeia de valor assumiu a triagem baseada em marcadores como próximo passo crucial para melhorar a reciclagem de plásticos” – diz An Vossen, da EPRO, um dos parceiros do projeto Polymark, no vídeo de apresentação do projecto

Peter Reinig, líder do grupo de Photonic Sensig do instituto Fraunhofer IPMS, apresentou o trabalho levado a cabo pela HERI no desenvolvimento do marcador químico. No projeto Polymark, foi identificado um marcador químico aprovado para contacto alimentar que é utilizado para revestir as garrafas ou nos rótulos. Depois da identificação e triagem, este marcador pode ser removido pelas linhas de lavagem existentes nas fábricas de reciclagem.

O foco da segunda apresentação, também a cargo de Reinig, foi o desenvolvimento da tecnologia de identificação espectral que deteta o marcador e descodifica a informação de forma a separar as embalagens plásticas pós-consumo. O princípio de deteção Polymark para a triagem baseia-se na excitação UV e na fluorescência VIS. É capaz de separar garrafas PET food grade num transportador à velocidade de 3 m/s, com resolução espacial de 10 mm.

image
Finalmente, Hans Eder, diretor de I&D da Sesotec, explicou o desenvolvimento e o funcionamento do equipamento de triagem Polimark construído à escala industrial. O sistema de deteção do marcador consiste em duas unidades básicas: uma fonte de luz UV de alta energia para excitar o marcador e uma câmara de alta sensibilidade para detetar os sinais de fraca fluorescência emitidos pelo marcador. A máquina de triar Polymark é capaz de assegurar um grau de pureza de 98% a partir da fração primária.

Depois das apresentações, os participantes fisicamente presentes no Workshop ou via webinar, colocaram várias questões e produziram vários comentários. Sobre a questão do desenvolvimento comercial do projeto e da sua influência na política da UE, Casper van den Dungen, Vice-Presidente da Plastics Recyclers Europe (PRE), disse que o projeto Polymark fornece uma primeira plataforma para que a indústria comunique em matéria de tecnologia de marcadores. Os recicladores estão a encorajar a Europa a harmonizar e normalizar o uso destas tecnologias inovadoras de triagem. É importante notar que ainda existem barreiras e ainda são necessárias discussões entre os vários stakeholders. “No entanto, o Polymark estabelece um ponto de partida e a certeza da possibilidade desta inovação”, concluiu van Dungen.

As apresentações, bem com como mais informação sobre o projeto Polymark, estão disponíveis no website do projeto www.polimark.org.