MeetingPack 2015: Inovações para embalagem alimentar

Uma embalagem de plástico transparente para conservas alimentares, absorvedores de oxigénio que aumentam a duração dos alimentos e sacos para vinho ou azeite são algumas das inovações lançadas durante a conferência MeetingPack2015, nos dias 25 e 26 de Fevereiro.

imageA Kortec apresentou uma “lata” de plástico transparente que pode substituir as embalagens metálicas. A capacidade de conservação vai até aos 5 anos.

Absorvedores

Na Europa, o desperdício de alimentos atinge 95 kg por pessoa e por ano, cinco vezes mais do que no Japão.  Uma das opções consiste em aumentar o tempo de vida útil dos produtos embalados sensíveis à oxidação, incorporando scavengers, isto é produtos com capacidade para absorver o oxigénio residual, como é o caso do desenvolvimento concretizado pela Mitsubishi. Os scavengers podem ser incorporados como agentes externos, nas etiquetas ou em pequenas saquetas no interior da embalagem. Esta tecnologia, que evita a oxidação e a perda de cor dos produtos, é largamente usada no Japão mas ainda pouco na Europa. Uma das suas vantagens é o facto de não exigir a utilização de equipamentos adicionais.

LER O RESTO DA NOTÍCIA

Anúncios

Verallia lança concurso de design de embalagens de vidro

image

Criar uma embalagem de vidro que possa antecipar tendências de consumo e satisfazer a necessidades novas, é o desafio colocado pela Verallia aos estudantes de design. O tema do concurso é "À conquista de novos mercados e consumidores" e está aberto a ideias de embalagem quer para nichos de mercado, quer para mercados de consumo em massa.

Os candidatos terão que se familiarizar com a embalagem de vidro e o seu processo de fabrico. Terão igualmente que orientar os projectos em função do público-alvo, e na medida do possível, terem em consideração as questões económicas relacionadas com o lançamento de uma embalagem vidro.

O concurso está aberto aos alunos inscritos no ensino superior, no ano lectivo 2013/2014 em escolas de design ou entidades com uma opção de packaging. A apresentação do projecto poderá ser feita por um aluno ou por uma equipa composta no máximo de três alunos, podendo existir diversificação no seio da equipa relativamente ao curso e ao ano do curso frequentado. No entanto, as equipas deverão ser compostas por alunos que frequentem o mesmo estabelecimento de ensino. O regulamento do concurso pode ser obtido clicando AQUI.

Cada candidato poderá apresentar um projecto numa das seguintes categorias: image

vinhos
cervejas
espumantes
aguardentes e licores
azeites
águas
sumos, refrigerantes
boiões e frascos

As inscrições estão abertas até ao dia 31 de janeiro de 2014 e os projectos serão recebidos até ao dia 20 de abril de 2014.

Os projectos serão submetidos à análise e votação de um júri composto por um ou vários designers profissionais, uma agência de tendências, jornalistas da área da embalagem, clientes da Verallia Portugal, colaboradores da Verallia Portugal e um elemento da equipa de comunicação da Verallia. Os prémios serão entregues no final de Junho de 2014.

O formulário de inscrição pode ser obtido clicando AQUI.

SIMEI de novo

O SIMEI, salão bienal para os sectores da enologia e equipamentos de engarrafamento de vinhos, azeites e bebidas, está de volta este ano, com datas marcadas para os dias 12 a 16 de Novembro, no parque de feiras de Rho, arredores de Milão.
O SIMEI proporciona uma panorâmica sobre o alto nível tecnológico a que chegaram as indústrias dos vinhos e das bebidas, apresentando um leque muito alargado de soluções técnicas compatíveis com necessidades específicas, desde a produção até às linhas de engarrafamento. No SIMEI, pode encontra-se todo o tipo de equipamento, material ou acessórios relacionados com a produção e engarrafamento de vinhos, cerveja, sumos e refrigerantes. Também é possível encontrar soluções para as etapas subsequentes, tais como máquinas de embalagem e paletização.

No que toca a embalagens propriamente ditas, e muito mais do que os fabricantes de garrafas de vidro, os fabricantes de rolhas de cortiça (com destaque para as empresas portuguesas) voltarão a exibir no SIMEI. Ao fim e ao cabo, a troika vinho-cortiça-vidro ainda reina este mercado.

Máquinasimage

O sector italiano das máquinas de processamento vinícola recuperou da crise de 2009. Em 2012, as vendas subiram 9% e chegaram aos 1,956 milhões de euros. Nas exportações, a liderança pertence às máquinas de encher, fechar, capsular, rotular e carbonatar. Em conjunto, este grupo exportou mais de mil milhões de euros.
As importações de máquinas mantiveram-se estáveis nos dois últimos anos, favorecendo o superavit do sector, que ascende a 1,5 mil milhões de euros.
Em 2012, outros segmentos do sector das máquinas registaram também resultados muito positivos. O segmento das máquinas para preparação de bebidas aumentou 235%, o segmento das prensas para vinho e azeite aumentou 17%, cifrando-se em 67 milhões de euros. O segmento das máquinas de lavar e secar garrafas aumentou 30%.

LEIA MAIS

Tinto Espanhol e branco francês em lata de alumínio

imageA Wild Pelican lançou no mercado britânico um vinho branco e um vinho tinto em latas de alumínio "slim" de 20 cl (18,7 cl de vinho) com acabamento mate, fabricadas pela Ball Packaging Europe. A escolha contraria a forte tradição mas protege o sabor do vinho contra os efeitos da luz, do oxigénio e do TCA.
Para o vinho tinto, a Wild Pelican optou pela uva tempranillo do norte da Espanha. O vinho tem aroma de frutas vermelhas e é aconselhado para acompanhar carnes vermelhas, especialmente de cordeiro e de caça. O branco é um vinho frutado vibrante da região francesa da Gasconha, com aroma de pêssego e sabor cítrico com uma acidez agradável.
A marca Wild Pelican está interessada em criar um novo gosto pelo vinho, através da apresentação de um vinho fácil de entender e de saborear. A marca ajusta-se ao estilo de vida activo dos jovens que não são tradicionais consumidores de vinho mas que estão interessados em produtos de alta qualidade. No altura que aumenta o número de pessoas que vivem sós, as latas de bebidas representam uma boa escolha de embalagem "single serve", permitindo saborear o vinho favorito em qualquer tempo e lugar – na praia com os amigos, num picnic no campo ou numa refeição em casa.

ProWein 2013 terá novo layout

Com 3981 expositores de 50 países e mais de 40 600 visitantes profissionais de todas as partes do mundo, a Prowein 2012 tornou-se um dos principais pontos de encontro para o sector dos vinhos e espirituosas. A Prowein 2013, que terá lugar nos dias 24 a 26 de Março, vai passar a preencher, pela primeira vez os pavilhões 1 e 2 do Centro de Exposições de Dusseldorf e terá uma distribuição do espaço mais conforme com as necessidades dos visitantes, de acordo com as regiões e segmentos de mercado.

Pavilhão 1        Novo Mundoimage[3]
pavilhão 2        Portugal
                 Zona de Provas
Pavilhão 3        Itália
Pavilhão 4        Espanha
                França
Pavilhão 5        França
Pavilhão 6        Alemanha
                Europa Leste
Pavilhão 7.A    Espirituosas
Pavilhão 7        Áustria

A feira Prowein conta habitualmente com numerosas empresas empresas e marcas portuguesas.

Transparente azulado para Vinho Verde

image A Verallia Portugal começou a produzir as garrafas de vidro em tom transparente azulado para a Aveleda, líder da produção e engarrafamento de Vinho Verde. A Aveleda é uma empresa familiar com uma longa tradição: remonta a 1870 e ainda se mantém sob a propriedade e gestão da família Guedes. O Vinho Verde ‘Casal Garcia’ é a principal marca da Aveleda e é conhecido em mais de 60 países.
As garrafas de vidro transparentes e azuladas vão bem com este vinho que deve ser servido frio e com o rótulo de côr azul da marca ‘Casal Garcia’.
A Verallia Portugal, com fábrica na Fontela, Figueira da Foz, é parte da Verallia, a actividade de produção de embalagens de vidro do grupo Saint Gobain.

INAPA expande distribuição europeia com a SEMAQ

image[4]A INAPA (Portugal) adquiriu, através da sua subsidiária Logistipak, a Semaq Emballages (Bordéus, França), uma empresa de distribuição com delegações e centros logísticos em Bordéus, Paris, Lião, Bézier e Ploermel. A INAPA é lider europeia na distribuição de produtos de papel e esta aquisição é um passo significativo para reforçar os produtos de embalagem como área de negócios complementar. A Semaq acrescenta 10,9 milhões de euros (2011) à INAPA, com um vasta família de produtos de embalagem: jerrycans, frascos e baldes de plástico, embalagens metálicas (general line), garrafas de plástico (incluindo PET para vinhos, licores, produtos químicos, etc.), bag-in-box, bidões (metal, plástico, kraft), contentores-palete para líquidos, paletes de plástico, bolsas insufláveis para protecção durante o transporte, etc..
Antes desta aquisição, a área de negócios de embalagem da IMAA, incluindo produtos de papel e cartão, filmes plásticos, sacos de plástico, perfis de plástico expandido e paletes representava cerca de 35 milhões de euros, com forte posição em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Luxemburgo e Angola, com subsidiárias locais (tais como Logistipack em França, HTL Verpackung e Hennessen, na Alemanha) e distribuidores. O volume de negócios global da INAPA ronda os 1000 milhões de euros, dos quais cerca de 80% em França e na Alemanha.