Codificação e rastreabilidade na Packology

A Indicod-Ecr, associação italiana para o desenvolvimento de normas de codificação, vai apresentar na Packology um stand com as inovações mais recentes e está a organizar sessões de formação sobre o mesmo tema. A feira comercial Packology, organizada pela UCIMA e pela feira de Rimini terá lugar em Rimini nos dias 11 a 14 de Junho de 2013.
Serão expostas máquinas e soluções técnicas numa área de exposição dedicada, para demonstrar as possibilidades da utilização correcta dos dispositivos de codificação e rastreabilidade para os fabricantes, distribuidores e consumidores. Desde 1978, a Indicod-Ecr desenvolve a sua actividade na área dos códigos de barras, com o sistema originalmente designado EAN/UCC e, desde 2005, GS1. A associação representa na Itália quer a GS1, a organização internacional que coordena a implementação correcta da norma GS1, e a ECR Europe, a organização que coordena a utilização das tecnologias, dispositivos e métodos para a interligação estratégica e operacional entre a indústria e a distribuição e entre ambas e os consumidores finais.

Anúncios

Data matrix não é suficiente?

image A União Europeia declarou guerra à contrafacção, porque a quantidade de produtos contrafeitos está a aumentar – frequentemente com riscos para os consumidores. A rotulagem obrigatória e os sistemas de rastreabilidade são a solução em que os legisladores europeus acreditam. Mas não são suficientes. O sector das peças para automóveis já se apercebeu disso e volta a atenção para as soluções baseadas em evidência física.
A União Europeia está actualmente focada na indústria farmacêutica. Em Fevereiro de 2011, o Parlamento Europeu aprovou um novo regulamento que visa proteger os consumidores contra medicamentos contrafeitos. Os códigos 2D Data matrix marcados nas embalagens permitem rastrear cada medicamento, desde o fabricante até ao utente final, passado por toda a rede de distribuição. O governo turco encara a possibilidade de adoptar um sistema similar para a indústria alimentar. No entanto, essa medida não é suficiente. Afinal, um código matricial impresso, tal como outras tecnologias disponíveis no mercado (como é o caso dos hologramas) não garante protecção contra os contrafactores. LEIA MAIS

Sistemas de Gestão de Segurança Alimentar

A ISO (Organização Internacional de Normalização) disponibiliza uma compilação de normas sobre Sistemas de Gestão de Segurança Alimentar. O CD-ROM inclui, em inglês e francês, todas as normas da "família" ISO 22000, designadamente:
ISO 22000: 2005
Food safety management systems — Requirements for any organization in the food chain
image
ISO 22000:2005/Cor 1:2006
Food safety management systems — Requirements for any organization in the food chain
ISO/TS 22003:2007
Food safety management systems — Requirements for bodies providing audit and certification of food safety management systems
ISO/TS 22004: 2005
Food safety management systems — Guidance on the application of ISO 22000:2005
ISO 22005:2007
Traceability in the feed and food chain — General principles and basic requirements for system design and implementation
ISO/IEC 17021:2006
Conformity assessment — Requirements
Para mais informação, CLICAR AQUI.

http://www.iso.org/iso/pressrelease.htm?refid=Ref1095

Zetes melhora solução Image ID Visidot

image[5][3]A Zetes (Bruxelas, Bélgica)  melhorou a sua solução de rastreabilidade ImageID Visidot, passando a integrar câmaras IP (Gigabit Ethernet). Baseada em tecnologia ImageID, o sistema Visidot captura automaticamente um extenso campo de visualização de imagens, detecta e descodifica múltiplos códigos de barras em simultâneo, com uma precisão de 100%. Ao mesmo tempo que compara as informações do código de barras com as ordens de expedição e disponibiliza aos operadores alertas visuais, em tempo real, sobre quaisquer discrepâncias assim como alertas relativos a etiquetas em falta ou incapacidade de leitura das mesmas. As imagens digitais são armazenadas como prova da entrega. LEIA MAIS

Paletes leves e resistentes em EPS, HIPS e SBC

imageA Hirsch (Glanegg, Austria) lançou uma nova europalete fabricada com EPS (interior), e HIPS (revestimento exterior) modificado com Styroflex® 2G66, um copolímero de estireno-butadieno (SBC) de elevada elasticidade. A nova palete é bem mais leve que a palete de madeira e é também mais fácil de limpar (totalmente lavável) e suficientemente resistente para a utilização logística comum. O modelo mais leve pesa 5 kg e suporta cargas de 1 tonelada!

LEIA MAIS

A química da contrafacção

O seminário “Anti-Counterfeiting and Product Safety", organizado pelo IPI (International Packaging Institute) tem lugar já no próximo dia 9 de Junho, em Schaffhausen, Suíça. O conferencista é o Dr. John Spink, da Michigan State University e o programa inclui os seguintes tópicos: segurança na cadeia de fornecimento e papel da embalagem, motivação para o crime,  a “química” do crime, prevenção e soluções. Para mais informações, CLICAR AQUI.

Jacto de Tinta portátil

A tecnologia de jacto de tinta (ink jet) é uma das mais usadas para marcar embalagens de transportes ou materiais de grandes dimensões (tubos, materiais de construção, etc.). Tradicionalmente, a marcação por jacto de tinta é feita em equipamentos fixos e apenas em áreas interiores. No entanto, já existem equipamentos portáteis. A Identipor está a comercializar um equipamento portátil com características únicas. VEJA O VÍDEO DE APRESENTAÇÃO