Tetra Pak distinguida com dois prémios WorldStar

imageAs embalagens Tetra Top® com topo destacável e Tetra Prisma Aseptic 1000 com bioplástico receberam, cada um prémio WordStar, atribuído pela Organização Mundial da Embalagem (WPO), na categoria Bebidas.

A embalagem Tetra Top com topo separável foi reconhecida como capaz de proporcionar aos consumidores uma combinação de funcionalidade e sustentabilidaimagede. Reúne a conveniência de uma garrafa com a imagem moderna e o toque de uma embalagem de cartão, e o seu design permite aos consumidores destacar o topo plástico do corpo da embalagem em cartão, facilitando a reciclagem em separado, A nova embalagem foi introduzida na Suécia, Dinamarca, Itália, Estónia, Finlândia e Japão.

A embalagem Tetra Prisma Aseptic 1000 é uma embalagem fabricada com cartão e plástico (polietileno) derivado da cana de açúcar. Está a ser usada no Brasil pela Coca Cola para os néctares Del Valle Reserva.

Flexo goes Green continua na China

imageA impressão de caixas de cartão canelado era a simplesmente necessária para a embalagem de transporte. Para impulsionar o desenvolvimento da pós-impressão de cartão canelado na China, a Bobst, o Flint Group, a Esko e outros parceiros lançaram a iniciativa "Flexo goes Green", envolvendo os tópicos da sustentabilidade, produtividade e qualidade, apresentado durante a feira Sino-Corrugated 2013 em Shangai, tendo despertado grande interesse. Entretanto, regista-se a tendência para embalagens mais sofisticadas e o papel do cartão canelado evolui "da caixa castanha para a promoção de marcas", o que significa que a embalagem está a tornar-se parte das actividades de marketing e vendas com o objectivo de atrair cada vez mais a atenção dos consumidores.

Para continuar a desenvolver este segmento de mercado, os parceiros da iniciativa "Flexo goes Green" decidiram apresentar duas novas caixas de cartão canelado na Sino-Corrugated 2015. Na impressão das caixas foram utilizada a tinta de base aquosa FLEXOPAK C e as chapas de fotopolímero nyloflex® ART 284 Digital, indicada para todo o tipo de superfícies, assegurando alta qualidade de pós-impressão, com transferência de tinta consistente e boa reprodução dos pontos. A impressão com rede de 133 lpi foi executada numa máquina Bobst 160 Vision VI com corte e vinco Bobst SPO 160 Vision. Na China, a Bobst é lider no segmento da pós-impressão com chapas flexo finas (2,84 mm). Neste projecto, a arte gráfica foi executada pela empresa chinesa Kunshan Fuhua, com sistema Esko.

Congresso ECMA PRO CARTON

A ECMA (European Carton Manufacturers Association) e a Pro Carton (European Association of Carton and Cartonboard manufacturers) organizam o seu primeiro congresso conjunto nos dias 17 a 20 de Setembro, em Sorrento, Itália. O congresso é uma oportunidade para o encontro dos profissionais desta indústria e da respectiva cadeia de fornecimento.
A indústria das caixas de cartão enfrenta desafios múltiplos, tais como a tecnologia, as modificações nos canais de retalho, o aumento do comércio electrónico. A tecnologia móvel implica mudanças: qualquer local é um ponto de venda, a informação e as opções de compra estão omnipresentes, na internet, nas lojas, em casa ou a caminho. Esta revolução multi-canal também oferece oportunidades às empresas de marca, aos rertalhistas e aos produtores de embalagens de cartão. Durante o congresso, será apresentado um estudo sobre este tema. Par mais informação sobre este evento, clicar AQUI.

A embalagem pode reduzir as perdas globais de alimentos

As Nações Unidas estimam que mais de mil milhões de toneladas de alimentos se perdem todos os anos. Este indicador pode ser significativamente reduzido com embalagem adequada, afirma a Federação Europeia dos Fabricantes de Cartão Canelado (FEFCO).

No mundo industrializado, 40% dos alimentos são desperdiçados e deitados fora ao nível do retalho e do consumo, enquanto uma quantidade similar se perde nos países em vias de desenvolvimento durante as etapas de manipulação após colheita e processamento. A FEFCO está convencida de que a embalagem alimentar adequada pode contribuir para atacar este problema e reduzir o elevado impacte ambiental e financeiro deste nível de perdas.

Alguns podem encarar a embalagem como um factor de desperdício, mas a FEFCO afirma que essa visão está errada: usam-se muito mais recursos para criar produtos do que para os embalar. Por isso, o produto e a embalagem devem ser encarados conjuntamente e a protecção dos alimentos exige o nível apropriado de embalagem, e não simplesmente menos embalagem.

A secretária geral da FEFCO Angelika Christ, disse: "o downsizing da embalagem não faz sentido se em consequência disso ocorrem perdas. A embalagem deve ser optimizada de acordo com os requisitos de cada produto. Por vezes, o aumento da embalagem reduz consideravelmente o impacte ambiental".

A Vitacress (Portugal), um dos maiores produtores de saladas, procurou uma solução de embalagem em cartão canelado capaz de prolongar o tempo de vida útil e de reduzir as perdas de produto na distribuição. O resultado foi um tabuleiro de drenagem com gelo, colocado no topo da embalagem, deixando que a água, ao cair sobre as verduras, as mantenha frescas durante 48 horas.

A embalagem de cartão canelado também pode ser projectada especificamente para cada produto e mantê-lo seguro durante o transporte. Pode ser desenhada para ser fácil de abrir e movimentar sem danificar o produto. Existe flexibilidade para introduzir soluções por medida, rápidas e custo-eficientes.

A embalagem de cartão canelado desempenha um papel vital na cadeia de fornecimento: protege 75% dos produtos europeus durante o transporte e assegura a chegada dos alimentos aos consumidores de forma segura e da forma mais eficiente possível.

Na Alemanha, foi desenvolvido um cartão com propriedades de absorção do etileno, para retardar o amadurecimento (o etileno é um agente do processo de amadurecimento de vários frutos e vegetais).

A embalagem alimentar assegura a segurança alimentar (no duplo sentido da garantia de abastecimento e da segurança do consumidor), ao mesmo tempo que facilita a logística e a identificação dos produtos. A versatilidade do cartão canelado, a sua reciclabilidade a 100% e as qualidades protectoras fazem com que seja uma parte das medidas necessárias para resolver o problema das perdas de alimentos.

Gráfica Ideal com certificação ISO 22000

imageA Gráfica Ideal (Águeda), especializada na produção e impressão offset de embalagens em cartolina, papel e microcanelado,  obteve a certificação do seu Sistema de Gestão da Qualidade Alimentar em conformidade com as normas ISO 22000:2005 e PAS 223. É a primeira e (até agora) única empresa nacional do sector a obter esta certificação.
A norma ISO 22000:2005 aplica-se a toda e qualquer organização que actue na cadeia alimentar. A certificação significa que a organização dispõe de um sistema de segurança alimentar e inspira confiança acrescida no produto. A norma combina a base de critérios dos Sistemas de Gestão da Qualidade e integra os princípios HACCP e GMP como pré-requesitos.
A norma PAS 223 foi patrocinada pela “Safe Supply of Affordable Food Everywhere (SSAFE)”, em conjunto com representantes da The Coca-Cola Company, da Foundation for Food Safety Certification (FSSC), de grandes empresas internacionais fabricantes de alimentos e bebidas como Nestlé, Danone, Unilever e Kraft; de imagefornecedores de embalagens como Tetra Pak, Amcor, Alpla, Rexam e Owens-Illinois, e de representantes de associações comerciais de embalagem como o Institute for Packaging Professionals/Food Safety Alliance for Packaging (FSAP).
A aposta na certificação representa para a Gráfica Ideal de Águeda, S.A., um "compromisso para com a Segurança Alimentar e a total transparência de todo o processo produtivo ao longo da cadeia de produção".

Smart Packaging

imageUm estudo da IDTechEX conclui que o mercado das "embalagens inteligentes" (smart packaging) – embalagens com electrónica incorporada – irá crescer de 75 milhões de USD para 1,45 mil milhões de USD nos próximos dez anos. A principal razão para este aumento será a redução de 99% do custo da electrónica impressa e o facto de a embalagem de cartão ser o suporte ideal.

Já existem embalagens com electrónica, desde garrafas de rum com emissão de luz até às caixas de pizza com voz, passando pelos aerossóis com carga eléctrica para eliminação de insectos. Também já existem embalagens de medicamentos que registam a quantidade consumida e que avisam o consumidor.

Através da e-packaging, as empresas de marca poderão posicionar os seus produtos e protegê-los contra a contrafacção. Por outro lado a electrónica impressa também pode ajudar os consumidores a entender melhor as informações disponíveis na embalagem.

Cartão Hexacomb em Portugal

A Torraspapel Distribución (Aoiz, Espamnha) assinou um acordo de distribuição exclusiva com a Hexacomb  para a gama de produtos Falconboard™ em Espanha e Portugal.
O cartão alveolado ("favo de mel") Falconboard, 100% baseado em papel, com um teor de reciclado até 53% e 100% reciclável é um alternativa aos suportes de sinalização tradicionais.
image[2]A família de produtos inclui o Falconboard Print para suportar imagens de alta qualidade, o Falconboard Buit para expositores de ponto de venda (PLV) e o Falconboard Mount para exposições provisórias.
A Hexacomb, parte do Boise Group (Boise, Idaho, EUA), tem nove fábricas na América do Norte e três na Europa.