Paletes EPAL: a tendência de crescimento continua

imageDepois do excelente resultado de 2015 com um crescimento de 10,9% e um total acima de 100 milhões de paletes, das quais 73,6 milhões de paletes novas, a tendência de crescimento continuou no primeiro trimestre de 2016: 18,3 milhões de europaletes EPAL foram produzidas a nível global, mais 5,1% comparativamente ao período homólogo de 2015. O número de paletes reparadas aumentou ligeiramente, atingindo 6,1 milhões.
"Este excelente resultado no primeiro trimestre de 2016 mostra a eficiência da europalete EPAL na logística e a elevada aceitação do sistema EPAL, a maior pool aberta a nível global" – diz Martin Leibrandt, CEO da European Pallet Association e.V. (EPAL), que destacou ainda "o impressionante trabalho dos comités nacionais, o sucesso no combate à contrafação de paletes EPAL através de ferramentas como a app PalletCheck Express, a classificação de qualidade e a Academia EPAL".

LER O RESTO DA NOTÍCIA

Anúncios

Logística e Intralogística em Destaque

imageA nova unidade de engarrafamento da UNICER e o novo armazém automático são tema da reportagem publicada na edição n.º 230 da revista REVIPACK. Neste grande investimento, destaca-se a estratégia da UNICER e fornecedores como a KHS (linhas de engarrafamento), a EFACEC (armazém automático) e a SEW-EURODRIVE (accionamentos).
Nesta edição, a logística e a intralogística são temas em destaque. Porque razão as paletes de madeira continuam a ser preferidas? Para Paulo Verdasca, administrador da Madeca, a resposta está na combinação de qualidade, preço e sustentabilidade. A CHEP destaca as vantagens económicas e ambientais do transporte colaborativo.
No entanto, também há mercado para as paletes de plástico, com soluções específicas como as desenvolvidas pela NORTPALET e a Cabka-IPS.
Paletizar não é apenas colocar sobre uma palete. Por isso, esta edição da REVIPACK destaca também sistemas de cintagem e o envolvimento estirável. A REMBALCOM desenvolveu um novo filme estirável com capacidade de estiragem de 400%.
Na área da intralogística, esta edição destaca várias soluções de transportadores. A ANTÍPODA, por exemplo, está a somar êxitos no mercado europeu com soluções modulares projectadas à medida dos clientes.
Nesta edição, a REVIPACK apresenta ainda várias novidades e tendências em matéria de embalagem alimentar, máquinas de embalagem e sistemas de etiquetagem e codificação.
A edição REVIPACK digital (em ficheiro pdf) já foi enviada para os Assinantes. Também pode ser lida on line, clicando na imagem da capa.

INAPA expande distribuição europeia com a SEMAQ

image[4]A INAPA (Portugal) adquiriu, através da sua subsidiária Logistipak, a Semaq Emballages (Bordéus, França), uma empresa de distribuição com delegações e centros logísticos em Bordéus, Paris, Lião, Bézier e Ploermel. A INAPA é lider europeia na distribuição de produtos de papel e esta aquisição é um passo significativo para reforçar os produtos de embalagem como área de negócios complementar. A Semaq acrescenta 10,9 milhões de euros (2011) à INAPA, com um vasta família de produtos de embalagem: jerrycans, frascos e baldes de plástico, embalagens metálicas (general line), garrafas de plástico (incluindo PET para vinhos, licores, produtos químicos, etc.), bag-in-box, bidões (metal, plástico, kraft), contentores-palete para líquidos, paletes de plástico, bolsas insufláveis para protecção durante o transporte, etc..
Antes desta aquisição, a área de negócios de embalagem da IMAA, incluindo produtos de papel e cartão, filmes plásticos, sacos de plástico, perfis de plástico expandido e paletes representava cerca de 35 milhões de euros, com forte posição em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Luxemburgo e Angola, com subsidiárias locais (tais como Logistipack em França, HTL Verpackung e Hennessen, na Alemanha) e distribuidores. O volume de negócios global da INAPA ronda os 1000 milhões de euros, dos quais cerca de 80% em França e na Alemanha.

Catálogo electrónico da Baquelite Liz

A Baquelite Liz disponibiliza catálogos electrónicos da sua gama de produtos. Os novos catálogos podem ser “folheados” on line no endereço internet da empresa, onde estão disponíveis os catálogos de: caixas, contentores e artigos domésticos; Paletes e Tubos e Mangueiras.

CHEP obteve certificação florestal

image As operações de "pooling" de paletes e contentores da CHEP na Europa obtiveram a certificação FCS (Forest Stewardship Council) e PEFC (Programme for the Endorsement of Forest Certification Schemes). As duas entidades reconheceram a conformidade das actividades da CHEP com os critérios de gestão sustentável da madeira. A CHEP é a única empresa a nível mundial com as certificações FSC e PEFC em vários locais (Reino Unido, Espanha, França e Bélgica).

O FSC é uma organização internacional considerada como uma referência para todas as normas de gestão florestal e conta com o apoio total de organizações não governamentais de defesa do ambiente, incluindo a Greenpeace e o World Wildlife Fund. O PEFC promove a sustentabilidade através da certificação de terceiros e proporciona um mecanismo de registo para os compradores de produtos de madeira e papel que garante que estes promovem a gestão sustentável das florestas.

CHEP nomeia Director de Sustentabilidade

image A CHEP, empresa global de prestação de serviços de pooling de paletes e contentores, nomeou o Dr. Juan Jose Freijo para o novo cargo de Director de Sustentabilidade para a CHEP Europa, Médio Oriente e África (EMEA). O Dr. Freijo irá liderar uma equipa dedicada à apresentação de soluções e produtos sustentáveis a clientes da CHEP e de programas continuados de eficiência energética, gestão sustentável e redução de emissões. 

Sobre o seu novo cargo, Dr. Freijo comentou que "a CHEP tem uma forte proposta de sustentabilidade. Graças à sustentabilidade inerente do nosso modelo de pooling de paletes e à nossa extensa rede, as credenciais de sustentabilidade da CHEP fazem a verdadeira diferença no mercado, em comparação com as paletes brancas de madeira de utilização única e com outras empresas de pooling."
O Dr. Freijo iniciou a sua actividade na CHEP em 2005 como Manager de Central Planning and Logistics.  Recentemente, trabalhou como parte da equipa de Supply Chain, liderando o programa de sustentabilidade para a região EMEA.  Antes de iniciar a sua actividade na CHEP, desempenhou cargos de gestão na Deloitte e na Lucent Technologies. Tem um Mestrado em Gestão Ambiental e Sustentabilidade pela EOI Business School, em Madrid, e um Doutoramento em Física.

Paletes leves e resistentes em EPS, HIPS e SBC

imageA Hirsch (Glanegg, Austria) lançou uma nova europalete fabricada com EPS (interior), e HIPS (revestimento exterior) modificado com Styroflex® 2G66, um copolímero de estireno-butadieno (SBC) de elevada elasticidade. A nova palete é bem mais leve que a palete de madeira e é também mais fácil de limpar (totalmente lavável) e suficientemente resistente para a utilização logística comum. O modelo mais leve pesa 5 kg e suporta cargas de 1 tonelada!

LEIA MAIS