Reciclagem do aço atingiu 75%

A reciclagem de aço atingiu uma taxa de reciclagem média europeia de 75% em 2013, um ponto percentual acima da taxa média doano anterior, reporta a APEAL, com base em fontes de informação e numa metodologia revista pela Eunomia.

Uma tonelada de aço reciclado equivale a evitar mais de uma vez e meia o seu peso em emissões de CO2, mais do dobro do seu peso em matérias-primas e uma redução de 70% do consumo de energia necessária para produzir aço a partir de matérias-primas virgens.

“O abandono do Pacote da Economia Circular no início deste ano pela Comissão Europeia foi um claro desapontamento, mas há sinais prometedores de que será anunciada em breve uma alternativa que estabelecerá metas de reciclagem ambiciosas necessárias para conduzir a Europa para uma economia circular. A APEAL está confiante que este é o caminho a seguir e vamos continuar a concentrar os nossos esforços nos países onde ainda existe potencial para aumentar a reciclagem do aço” – declarou Alexander Mohr, secretário geral da APEAL.

Ano recorde para as latas de bebidas

image_thumb2014 foi um ano recorde para as vendas de latas para bebidas, com cerca de 63 mil milhões de latas cheias na Europa, mais 4% que no ano anterior, indica a Beverage Can Makers Europe (BCME), a associação europeia do sector com base na estatística elaborada pela Canadean. O enchimento de latas de refrigerantes com gás aumentou 5%, atingindo quase 32 mil milhões de latas, excedendo, pela primeira vez, o segmento das cervejas. Com um aumento de 2%, o enchimento de cervejas registou uma evolução notável, tendo em conta a redução global acima de 1% nas vendas de cervejas na Europa. Com 31 mil milhões de unidades cheias, as latas representam 22% do total das vendas de cerveja.

"Estes excelentes resultados foram obtidos apesar de o ano ter tido um verão moderado, enquanto o Europeu de Futebol foi benéfico, contribuindo para o consumo de latas" – diz a BCME. A Alemanha, que ganhou o campeonato, registou um aumento do enchimento de cervejas de 8%, confirmando a tendência de aceleração deste segmento. O aumento da variedade de formatos e tamanhos ao dispor das empresas de marca contribui para a diferenciação de produtos e permite que a latas seja utilizada por uma gama mais alargada de produtos e ocasiões de consumo.

A BCME reune os principais fabricantes de latas para bebidas na Europa: Ball, Crown e Rexam.

image_thumb[2][1]