Logística e Intralogística em Destaque

imageA nova unidade de engarrafamento da UNICER e o novo armazém automático são tema da reportagem publicada na edição n.º 230 da revista REVIPACK. Neste grande investimento, destaca-se a estratégia da UNICER e fornecedores como a KHS (linhas de engarrafamento), a EFACEC (armazém automático) e a SEW-EURODRIVE (accionamentos).
Nesta edição, a logística e a intralogística são temas em destaque. Porque razão as paletes de madeira continuam a ser preferidas? Para Paulo Verdasca, administrador da Madeca, a resposta está na combinação de qualidade, preço e sustentabilidade. A CHEP destaca as vantagens económicas e ambientais do transporte colaborativo.
No entanto, também há mercado para as paletes de plástico, com soluções específicas como as desenvolvidas pela NORTPALET e a Cabka-IPS.
Paletizar não é apenas colocar sobre uma palete. Por isso, esta edição da REVIPACK destaca também sistemas de cintagem e o envolvimento estirável. A REMBALCOM desenvolveu um novo filme estirável com capacidade de estiragem de 400%.
Na área da intralogística, esta edição destaca várias soluções de transportadores. A ANTÍPODA, por exemplo, está a somar êxitos no mercado europeu com soluções modulares projectadas à medida dos clientes.
Nesta edição, a REVIPACK apresenta ainda várias novidades e tendências em matéria de embalagem alimentar, máquinas de embalagem e sistemas de etiquetagem e codificação.
A edição REVIPACK digital (em ficheiro pdf) já foi enviada para os Assinantes. Também pode ser lida on line, clicando na imagem da capa.

SIMEI de novo

O SIMEI, salão bienal para os sectores da enologia e equipamentos de engarrafamento de vinhos, azeites e bebidas, está de volta este ano, com datas marcadas para os dias 12 a 16 de Novembro, no parque de feiras de Rho, arredores de Milão.
O SIMEI proporciona uma panorâmica sobre o alto nível tecnológico a que chegaram as indústrias dos vinhos e das bebidas, apresentando um leque muito alargado de soluções técnicas compatíveis com necessidades específicas, desde a produção até às linhas de engarrafamento. No SIMEI, pode encontra-se todo o tipo de equipamento, material ou acessórios relacionados com a produção e engarrafamento de vinhos, cerveja, sumos e refrigerantes. Também é possível encontrar soluções para as etapas subsequentes, tais como máquinas de embalagem e paletização.

No que toca a embalagens propriamente ditas, e muito mais do que os fabricantes de garrafas de vidro, os fabricantes de rolhas de cortiça (com destaque para as empresas portuguesas) voltarão a exibir no SIMEI. Ao fim e ao cabo, a troika vinho-cortiça-vidro ainda reina este mercado.

Máquinasimage

O sector italiano das máquinas de processamento vinícola recuperou da crise de 2009. Em 2012, as vendas subiram 9% e chegaram aos 1,956 milhões de euros. Nas exportações, a liderança pertence às máquinas de encher, fechar, capsular, rotular e carbonatar. Em conjunto, este grupo exportou mais de mil milhões de euros.
As importações de máquinas mantiveram-se estáveis nos dois últimos anos, favorecendo o superavit do sector, que ascende a 1,5 mil milhões de euros.
Em 2012, outros segmentos do sector das máquinas registaram também resultados muito positivos. O segmento das máquinas para preparação de bebidas aumentou 235%, o segmento das prensas para vinho e azeite aumentou 17%, cifrando-se em 67 milhões de euros. O segmento das máquinas de lavar e secar garrafas aumentou 30%.

LEIA MAIS

CHEP obteve certificação florestal

image As operações de "pooling" de paletes e contentores da CHEP na Europa obtiveram a certificação FCS (Forest Stewardship Council) e PEFC (Programme for the Endorsement of Forest Certification Schemes). As duas entidades reconheceram a conformidade das actividades da CHEP com os critérios de gestão sustentável da madeira. A CHEP é a única empresa a nível mundial com as certificações FSC e PEFC em vários locais (Reino Unido, Espanha, França e Bélgica).

O FSC é uma organização internacional considerada como uma referência para todas as normas de gestão florestal e conta com o apoio total de organizações não governamentais de defesa do ambiente, incluindo a Greenpeace e o World Wildlife Fund. O PEFC promove a sustentabilidade através da certificação de terceiros e proporciona um mecanismo de registo para os compradores de produtos de madeira e papel que garante que estes promovem a gestão sustentável das florestas.

Embar traz selo GROW para embalagens portuguesas

imageAs embalagens de madeira fabricadas em Portugal vão poder utilizar o selo "GROW", sob licença da EMBAR. Utilizado em vários países europeus, este selo identifica as embalagens de madeira fabricadas segundo normas técnicas e boas práticas que as tornam adequadas para conter, proteger e transportar produtos hortofrutícolas. Identifica também as embalagens que são totalmente recicláveis. Leia mais

Empresas portuguesas na INTERPACK

Começou a contagem decrescente para a INTERPACK – Feira Mundial da Embalagem., que terá lugar nos dias 12 a 18 de Maio em Dusseldorf, Alemanha. Entre os milhares de expositores de todo o mundo, estarão seis empresas portuguesas:

Casfil – Indústria de Plásticos, S.A. (filmes plásticos para embalagem, embalagens flexíveis)
Gepack-Empresa Transformadora de Plásticos, S.A. (embalagens em PET)
Monteiro Ribas Emb. Flexíveis, S.A. (Embalagens flexíveis)
Neutroplast – Indústria de Embalagens Plásticas S.A. (embalagens plásticas para produtos farmacêuticos)
P.S.A. Plast – Plásticos Santo António, Lda. (caixas e contentores para indústria, logística e  distribuição
Seda Ibérica S.A. (embalagens flexíveis, de cartão e plástico).

Para visitar o portal INTERPACK, clicar na imagem.

image

Representantes em Portugal da Messe Dusseldorf (Feira de Dusseldorf):

WALTER & Cia.

Lda Largo de Andaluz nº 15- 3º Dtº -p-4

P-1050-004 LISBOA

Telefone: (+351) 213 556 254

Telefax: (+351) 213 539 311

e-mail: geral@walter.pt

Novos Valores Ponto Verde

A Sociedade Ponto Verde tornou pública, através do seu endereço internet, a tabela dos novos Valores Ponto Verde, aplicáveis a partir de 2010. A nova tabela reflecte um aumento de 35% em todos os valores relativos a embalagens primárias de produtos de grande consumo.

Untitled-1 copy

Segurança fitossanitária das embalagens de madeira

O governo introduziu diversas alterações na Portaria 1339-A/2008, relativa as medidas de protecção fitossanitária das embalagens de madeira não processada. Para evitar a dispersão do nemátodo, as paletes e caixas de madeira estão sujeitas a obrigações de tratamento fitossanitário, a uma marcação específica que identifica a empresa responsável e o tipo de tratamento. O incumprimento destas obrigações pode acarretar graves consequências, designadamente o bloqueio das mercadorias transportadas.

As caixas de madeira com espessura inferior a 6 mm estão dispensadas destas medidas. Os fabricantes de caixas de madeira para vinhos podem, ao abrigo da nova regulamentação, marcar as suas embalagens

Para obter a versão actualizada da referida legislação, CLICAR AQUI.

Para obter mais informação sobre Embalagens de Madeira, CLICAR AQUI.