Canelado lidera crescimento da embalagem com impressão digital

A impressão digital de embalagens é um mercado de 13,2 mil milhões de USD e deverá aumentar até 23,2 mil milhões de USD até 2022, segundo a mais recente pesquisa da Smithers Pire, The Future of Digital Print for Packaging to 2022.
A procura de impressão por jato de tinta e eletrofotografia deverá registar um aumento anual de 11,2% em valor durante o período entre 2017 e 2022, e um um crescimento de 15,4% em volume (equivalente em folhas A4), de 163 mil milhões em 2017 para 334 mil milhões de folhas A4 em 2022. Esta previsão reflete a chegada dos equipamentos de grande tiragem.
A introdução da impressão digital não é uniforme. O setor das etiquetas foi pioneiro e atingiu a maturidade em algumas regiões. A expansão futura será consequentemente mais intensa nos formatos de embalagem onde esse tipo de impressão tem ainda uma presença diminuta, incluindo o cartão canelado, o cartão compacto e as embalagens flexíveis.
Em 2017, o setor do cartão canelado já evidencia um interesse real pelos sistemas de jato de tinta de papel e de pós-impressão, para proporcionar novas funções e eficiências de fábrica. A implementação é liderada por algumas das maiores empresas do setor e por algumas empresas independentes mais ágeis, o que conduzirá à introdução de equipamentos capazes de maiores volumes de produção e com preço mais acessível.
Para mais informação sobre este relatório, contactar Julie Bostock.

Anúncios

Flexo goes Green continua na China

imageA impressão de caixas de cartão canelado era a simplesmente necessária para a embalagem de transporte. Para impulsionar o desenvolvimento da pós-impressão de cartão canelado na China, a Bobst, o Flint Group, a Esko e outros parceiros lançaram a iniciativa "Flexo goes Green", envolvendo os tópicos da sustentabilidade, produtividade e qualidade, apresentado durante a feira Sino-Corrugated 2013 em Shangai, tendo despertado grande interesse. Entretanto, regista-se a tendência para embalagens mais sofisticadas e o papel do cartão canelado evolui "da caixa castanha para a promoção de marcas", o que significa que a embalagem está a tornar-se parte das actividades de marketing e vendas com o objectivo de atrair cada vez mais a atenção dos consumidores.

Para continuar a desenvolver este segmento de mercado, os parceiros da iniciativa "Flexo goes Green" decidiram apresentar duas novas caixas de cartão canelado na Sino-Corrugated 2015. Na impressão das caixas foram utilizada a tinta de base aquosa FLEXOPAK C e as chapas de fotopolímero nyloflex® ART 284 Digital, indicada para todo o tipo de superfícies, assegurando alta qualidade de pós-impressão, com transferência de tinta consistente e boa reprodução dos pontos. A impressão com rede de 133 lpi foi executada numa máquina Bobst 160 Vision VI com corte e vinco Bobst SPO 160 Vision. Na China, a Bobst é lider no segmento da pós-impressão com chapas flexo finas (2,84 mm). Neste projecto, a arte gráfica foi executada pela empresa chinesa Kunshan Fuhua, com sistema Esko.

Normas FEFCO para equipamentos de transformação

imageA FEFCO (Federação Europeia dos Fabricantes de Cartão Canelado) lançou no dia 7 de Maio um novo livro contendo 43 normas sobre equipamentos de transformação, elaboradas pelo Comité de Produção. Estas normas destinam-se a ajudar a indústria do cartão canelado a:
– Estabelecer comparações entre equipamentos similares;
– Evitar a sub e sobre-especificação de equipamentos;
– Contribuir para estabelecer um nível de acordo entre fornecedores e compradores na fase da encomenda e da recepção;
– Medir e registar o estado do equipamento ao longo do tempo;
– Estabelecer metas quantificadas para a melhoria dos processos, com as tecnologias actuais e futuras.

Mais de 60 delegados participaram no workshop sobre Procedimentos de Aceitação de Equipamento de Transformação,durante o qual foi distribuído o novo livro da FEFCO. O livro terá uma distribuição mais alargada aos cerca de 800 delegados previstos para o próximo Seminário Técnico da FEFCO que terá lugar em Barcelona nos dias 28 a 30 de Outubro. Posteriormente, o livro estará disponível no website da FEFCO.