Estabilidade nos tubos flexíveis

Os fabricantes de tubos flexíveis de alumínio, plástico e laminados filiados na Etma (European Tube Manufacturers Association) registaram um crescimento de 1% durante o último ano. A produção de 2013 totalizou cerca de 10,5 mil milhões de tubos, confirmando a tendência de crescimento desde 2010. O crescimento do mercado está ligeiramente acima do crescimento das economias europeias.
A segmentação do mercado dos tubos flexíveis também registou elevada estabilidade. Os tubos de alumínio representam 40% da produção europeia total, seguindo-se os tubos laminados e de plástico, com cerca de 30% cada. A maior parte dos tubos é utilizada para o sector da cosmética, com mais de 40%, seguindo-se os dentífricos e os produtos médicos com cerca de 20% cada. Os produtos alimentares representam cerca de 10% do mercado, cabendo a parte restante aos produtos de uso doméstico e industrial.

Anúncios