Leite aromatizado em alta

image_thumbO consumo mundial de leite aromatizado vai crescer mais do dobro do leite branco, entre 2012 e 2015. Esta previsão é o tópico principal da sexta edição do "Dairy Index", um relatório de pesquisa regularmente publicado pela Tetra Pak. O surto da procura da leite aromatizado pronto a beber vai impulsionar o crescimento das indústrias de lacticínios. Os consumidores estão a mostrar uma preferência crescente por leites aromatizados, com sabor, valor nutritivo e embalagem prática, como alternativa a outras bebidas, criando oportunidades para o aumento da rentabilidade no sector dos lacticínios.
O leite aromatizado, o segundo produto lácteo líquido mais importante, logo a seguir ao leite branco, deverá registar um crescimento médio anual de 4,1% entre 2012 e 2015, passando de 17 mim milhões de litros para 19,2 mil milhões de litros. Os países em vias de desenvolvimento vão liderar a tendência de aumento da procura e o alargamento do leque de sabores e produtos focados no argumento saúde. O leite branco deverá crescer 1,7% (média anual) no mesmo período, passando de 208, 5 mil milhões de litros em 2012 para 219,5 mil milhões de litros em 2015. A procura total de líquidos lácteos deverá crescer 2,4% ao ano, passando de 280,3 mil milhões de litros para 301,3 mil milhões de litros, de acordo com a pesquisa da Tetra Pak.

A Tetra Pak identificou quatro factores a favor do consumo do leite aromatizado. Em primeiro lugar, a procura de alimentos nutritivos e saudáveis, que leva os consumidores, especialmente nos países em vias de desenvolvimento, a mudar para produtos lácteos com valor nutritivo mais elevado. Em segundo lugar, a urbanização da população, o aumento dos rendimentos e a mudança de estilos de vida, em que ganha peso o consumo em movimento de leite aromatizado pronto a beber e acondicionado em embalagens individuais e práticas. Em terceiro lugar, o desejo dos consumidores de experimentar novos alimentos e bebidas e o facto de os leitos aromatizados estarem em linha com essa tendência. Em quarto lugar, a procura de experiências alimentares indulgentes, como escape em tempos de incerteza.

A taxa de crescimento do leite aromatizado deverá ser mais mais do triplo da taxa de crescimento dos refrigerantes no período 2012-2015. Nesse período, o consumo de refrigerantes deverá crescer 1,3% ao ano, contra os previstos 4,1% do leite aromatizado.

Uma cópia do Tetra Pak Dairy Index 2013 está acessível na página "DOCUMENTS".

Anúncios