Sacmi prepara SIMEI

Em cada ano, o mundo consome mais de seiscentos mil milhões de litros de bebidas de todos os géneros e este número continua a aumentar. O SIMEI 2011, o salão internacional dedicado ao sector dos vinhos e à produção, engarrafamento e embalagem de bebidas em geral, que terá lugar na "FieraMilano"/Rho de 22 a 26 de Novembro, é um evento que a Sacmi não pode perder. A empresa italiana vai estar representada pela Sacmi Beverage, a unidade de negócios do grupo que fornece máquinas e fábricas "chave-na-mão", desde sistemas de engarrafamento até máquinas de embalagem, desde o design do produto até ao projecto completo da fábrica, incluindo sistemas de movimentação. Um stand de 200 m2 vai exibir o melhor das várias empresas Sacmi.
image A Sacmi Pakim, a empresa especialista em tecnologia de embalagem do grupo, vai apresentar o novo sistema MONOBIB, uma ilha de produção que combina todas as operações de enchimento e embalagem necessárias para a apresentação em bag-in-box. Consiste numa unidade de formação de caixas com aplicação de cola termofusível, uma unidade de enchimento de sacos e uma unidade de fecho de caixas (também com cola termofusível). Indicada para vinhos, óleos alimentares e águas, a embalagem bag-in-box tem várias vantagens, como a preservação acrescida do produto, que nunca chega a ter contacto com o ar. Por isso a Sacmi também vai expor um sistema NONOBIB para vinhos, para sacos de 3 litros e uma cadência de 600 embalagens por hora. Este sistema pode ser adaptado para trabalhar com sacos de 2 ou 20 litros, com cadências de 720 e 250 embalagens por hora, respectivamente.

 

O sistema LINEAR é outra das novidades da Sacmi Pakim para o enchimento de vinhos, óleos, águas, sumos, concentrados, detergentes ou outros produtos líquidos, em bolsas bag-in-box. No SIMEI, vai ser apresentado um modelo "ultra clean" com cadências de 820 sacos de 1,5 por hora ou 300 sacos de 20 litros por hora. Como aspectos destacados desta máquina, são de referir a estrutura de aço inox, a válvula ultra clean (também iimage nox), o caudalímetro e o sistema pós-enchimento que remove o ar e injecta azoto sobre o vocal e a cápsula, para prevenir a contaminação o oxidação. O sistema inclui o dispositivo CIP (cleaning in place) que é inserido automaticamente na válvula de enchimento para activar o ciclo de limpeza por vapor. O sistema LINEAR é completado pelos dispositivos de movimentação automática das bolsas, o transportador de rolos para a saída das bolsas para a etapa subsequente de colocação na caixa. A elevada cadência é combinada com a flexibilidade, graças ao software que permite a mudança de formatos em cerca de 5 minutos. Finalmente, importa referir o sistema de controlo da atmosfera interior da máquina, com fluxo laminar e filtro HEPA.

A Sacmi Pakim vai também exibir o sistema FILL BAG, para corte, enchimento e fecho de bolsas bag-in-box. É um sistema mais simples, mas com idêntica garantia de preservação do produto (absoção de oxigénio abaixo de 0,5 ppm), com sistema de extracção de ar e injecção de azoto e com software para mudança automática de formatos entre 1,5 litros e 25 litros. A cadência com bolsas de 3 litros vai até às 300 unidades/hora.

Para além das máquinas para bag-in-box, a Sacmi vai apresentar também soluções para rotulagem. A Sacmi Labelling vai levar para a feira de Milão a rotuladora OPERA 400 COMBI, que integra os dois processos de cola a frio e auto-adesivos, dando resposta à procura de sistemas flexíveis por parte das empresas engarrafadoras. No coração da máquina está a torre central com várias estações de rotulagem que podem ser instaladas consoante o tipo de rotulagem que se pretenda utilizar, incluindo a utilização combinada dos dois processos.
A Sacmi Packaging vai apresentar o robô de paletização MARIAS 1 K, que pode trabalhar uma ou duas entradas, consoante a cadência da linha. Indicado para a generalidade dos tipos de embalagem, este robô pode efectuar paletização múltipla (produtos diferentes de várias linhas de embalagem). A configuração antropomórfica do robô é completada com a variedade de ferramentas: garra pneumática, ventosas, combi, ou camadas. Cada robô pode lidar com quatro posições de paletização, mais separadores de camadas, mais as paletes vazias.
Para o fim de linha, a Sima, outra empresa do grupo Sacmi, propõe ainda um veículo guiado por laser (LGV) para a movimentação das paletes completas.

Anúncios