Confeitaria liderou recuperação no 1º semestre de 2011

O sector da confeitaria liderou a recuperação no sector da alimentação e bebidas durante o primeiro semestre de 2011 – indica a Innova Market Insights no seu estudo referente ao mercado global. A recuperação sucede a um ano difícil de 2010, como resultado do aumento dos preços das matérias-primas, designadamente o cacau e o açúcar. Vários mercados estagnaram ou caíram em volume e os aumentos em valor apenas reflectiram os aumentos das matérias-primas. Os fabricantes procuraram manter a sua actividade produtiva e promocional para permanecerem competitivos.

O chocolate continua a dominar na confeitaria, quer em termos de valor de mercado, quer em termos de novos lançamentos. O chocolate representou mais de dois terços dos novos produtos de confeitaria cujo lançamento foi detectado pela Innova Market Insights durante o primeiro semestre de 2011. O açúcar ficou abaixo de 30% e as pastilhas elásticas abaixo de 5%.
As extensões de gama continuam a dominar a actividade, com o Kit Kat da Nestlé particularmente activo a nível global, desde a variante de Kit Kat de batata doce lançada no Japão até à caixa Kit Kat Singles lançada na Alemanha ou as variantes Kit Kat Chunky lançadas na Austrália.
Os chocolates ‘bite-size’ estão também a marcar pontos, especialmente no Reino Unido, com lançamentos como os Galaxy Bites ou os Dairy Milt Chocos da Cadbury. O conceito das embalagens para partilhar (‘sharing bags’) foi fortemente explorado em vários países, com vários lançamentos em 2011, tais como os Kit Kat Pop Chocs in the UK, os Milka Crispy Snax, Daim Snax e Lila Stars Snax na Alemanha.
O prémio para o lançamento mais fora do comum durante o primeiro semestre vai para os
Coco Preggers, lançados nos EUA. Trata-se uma gama de trufas de chocolate aditivado com ácido fólico e ácidos gordos DHA omega 3, lançadas pela Xan Confections e destinadas especificamente ao segmento de mercado das grávidas.

O segmento da pastilha elástica, que teve um período áureo em meados da década anterior, tem registado anos difíceis, mas começou a dar sinais de recuperação em termos de lançamento de novos produtos, apostando em novos estilos de vida, designadamente com produtos sem açúcar, pastilhas refrescantes e novos formatos e sabores, suportados por novas embalagens e grafismos.

De entre os lançamentos de particular interesse nos passados meses podem referir-se a primeira aprovação na Austrália de uma pastilha sem açúcar fortificada – Wrigley’s Extra Professional Calcium – , a pastilha de três camadas com variante de menta e licor lançada em França – Mentos 3 -, e a nova gama de pastilhas Trident Vitality, nas variantes ‘Awaken’, ‘Vigorate’ e ‘Rejuve’, lançadas nos EUA pela Kraft/Cadbury’s
Segundo Lu Ann Williams, Research Manager da Innova Market Insights, "tudo indica que a forte actividade produtiva e promocional, observada no sector da confeitaria durante o primeiro semestre de 2011, vai continuar. A procura de snacks pequenos e relativamente baratos não dá sinais de estar a ser afectada pelas preocupações económicas dos consumidores, nem com as preocupações com a obesidade, e a indústria de confeitaria continua bem colocada para lidar com a concorrência de outros produtos snack".

Para uma análise mais detalhada e imagens dos produtos e embalagens referidos neste artigo ver a edição impressa da REVIPACK.

Anúncios