Conferência sobre embalagens de paredes finas

A AMI  está a organizar a 5ª Conferência Internacional sobre Embalagens de Paredes finas, que  terá lugar nos dias  7 a 9 de Dezembro de 2010, em Colónia, Alemanha. As tendências  vão ser analisadas por John Nash, analista de mercado. Das inovações a apresentar durante a conferência, destacamos as seguintes.

A Everedge (Nova Zelândia) vai apresentar a embalagem CrushPak patenteada em 2009 e licenciada para embaladores de iogurtes. Com um design em "harmónio" e compatível com os professos form-fill-seal, a embalagem tem 25% menos material. A Rexam High Barrier Containerrs está a desenvolver novas embalagens e vai apresentá-las nesta conferência. a Albis Plastic está a fornecer um novo scavenger de oxigénio para aumentar o tempo de vida útil. As propriedades barreira permitem às embalagens de paredes finas competir com as embalagens rígidas tais como os frascos  de vidro ou as latas. A Waldorf Technik é uma das empresas activas no desenvolvimento tecnológico neste sector, incluindo os processos de rotulagem no molde. A EDV Packaging é uma das empresas que se têm distinguido no lançamento de embalagens multi-camada.

A Superfos vai mostrar como a inovação permite expandir as aplicações das embalagtens injectadas. A Treofan, que fornece filmes de BOPP, aposta na mudança da impressão directa para a rotulagem no molde. A FKuR desenvolveu graus de bioplástico para injecção de embalagens alimentares, enquanto a Kortec desenvolveu tecnologia para a injecção multi-camadas de embalagens de paredes finas.

O tema da sustentabilidade estará em foco nesta conferência. O Coop Box Group estudou o ponto de vista dos retalhistas e a RPC Barrier Packaging vai apresentar a perspectiva dos fabricantes de embalagens. A Reynolds Packaging vai apresentar uma síntese sobre o modo com a indústria da termoformagem procura reduzir, reutilizar, reciclar e reincorporar. A Octal vai mostrar como a tecnologia de chapa PET permite reduzir as emissões de CO2.

Entre múltiplas inovações em materiais e tecnologia de processamento, a conferência vai destacar a folha termoformável de bioplástico da Plantic Technologies e a tecnologia de expansão do poliestireno da Styron. A Borealis tem novos graus de PP transparente para o sector alimentar, com melhores propriedades organolépticas e possibilidade de reduzir tempos de ciclo e consumos de energia. A Milliken tem aditivos para aumentar a transparência do PP. A EVAL Europe vende o material barreira EVOH para fabrico de embalagens esterilizáveis.

Para mais informação, CLICAR AQUI.

Anúncios