Fusão Amcor-Alcan decidida em Dezembro

A Comissão Europeia adiou para 14 de Dezembro a decisão sobre a compra da Alcan (negócio de embalagens da Rio Tinto) pela Amcor. O adiamento está relacionado com a análise de concessões por parte da Amcor. Esta, admitiu vender uma das suas fábricas para viabilizar a aprovação pela Comissão. Não indicada a fábrica a alienar, mas a Amcor referiu que será uma unidade com facturação inferior a 100 milhões de dólares.
Se a compra da Alcan for aprovada, o conjunto Amcor-Alcan totalizará 75 fábricas, com uma facturação global de 4,8 mil milhões de dólares. Entre elas estão duas fábricas de embalagens flexíveis em Portugal: uma da Amcor e outra da Alcan.

Anúncios